Atribuição de variáveis

Vejamos primeiro as variáveis, e depois iremos ver como atribuir valores a essas variáveis.

As variáveis são palavras que começam por um $; no editor, são realçadas em púrpura.

As variáveis poderão conter qualquer número, texto ou valor booleano (verdadeiro/falso). Ao usar a atribuição =, uma variável ficará com conteúdo associado. Irá manter esse conteúdo até que o programa termine a execução ou até a variável ser atribuída de novo a outra coisa qualquer.

Você poderá usar as variáveis, uma vez atribuídas, como se fossem o seu próprio conteúdo. Por exemplo, no seguinte trecho de TurtleScript:

$x = 10
$x = $x / 3
mostre $x

Primeiro, é atribuído à variável $x o valor 10. Depois, o $x terá como novo valor o seu próprio valor dividido por 3 — isto significa na prática que o $x terá atribuído o valor do produto 10 / 3. Finalmente, é impresso o valor do $x. Nas linhas 2 e 3, irá ver que o $x é usado como se fosse o seu próprio conteúdo.

As variáveis têm que estar atribuídas para poderem ser usadas. Por exemplo, um:

mostre $n

Irá resultar numa mensagem de erro.

Considere o pequeno trecho de código em TurtleScript:

$a = 2004
$b = 25

# o próximo comando imprime "2029"
mostre $a + $b
paratrás 30
# o próximo comando imprime "2004 mais 25 é igual a 2029"
mostre $a + " mais " + $b + " é igual a " + ($a + $b)
paratrás 30

Nas duas primeiras linhas, as variáveis $a e $b são configuradas como sendo iguais a 2004 e 25. Depois nos dois comandos mostre existe um comando paratrás 30 no meio são executados. Os comentários antes dos comando mostre explicam o que ele está fazendo. O comando paratrás 30 está ai para garantir que cada saída está numa nova linha. Como poderá ver, as variáveis poderão ser usadas como se fossem o valor que contêm, podendo usá-las com qualquer tipo de operadores ou fornecendo-os como entradas na invocação dos comandos.

Mais um exemplo:

$nome = perguntar "Como se chama?"
mostre "Olá " + $nome + "! Boa sorte ao aprender a arte da programação..."

É bastante simples. Mais uma vez, poderá ver que a variável $nome, é tratada apenas como texto.

Ao usar as variáveis, o inspetor torna-se bastante útil. Ele mostra o conteúdo de todas as variáveis que estão sendo usadas atualmente.