Capítulo 3. O gerenciador de arquivos Konqueror

Pamela Roberts

Tradução: Marcus Gama
Tradução: André Marcelo Alvarenga

Pastas e Caminhos

No UNIX® e no Linux® todas as pastas são organizadas em uma hierarquia simples. A partir de uma pasta de nível superior (também chamada de 'raiz'), a estrutura descende através de ramos contendo vários arquivos e subpastas. Isto significa que você poderá ir de uma pasta qualquer para outra subindo até você atingir um ponto comum e então descendo através das subpastas apropriadas até você atingir o destino.

A posição de qualquer arquivo ou pasta na árvore pode ser descrita através da sua localização, que é uma simples lista das pastas que você teria que descer até atingir a pasta ou arquivo de destino. Por exemplo, a pasta /home/jose é a subpasta jose da subpasta home da pasta de topo, e o /home/jose/nome.txt é o arquivo nome.txt dentro desta subpasta. A / inicial nestas localizações representa a pasta do nível de topo.

Todas as pastas acessíveis pelo seu sistema — incluindo as pastas nas partições de outros discos rígidos, em um dispositivo USB ou CD-ROM — irão aparecer na árvore sob a /; as suas localizações exatas irão depender de como o seu sistema foi configurado (veja também a seção Dispositivos removíveis).

Cada usuário de um sistema UNIX® / Linux® tem a sua própria pasta pessoal para guardar os seus arquivos e configurações pessoais, como por exemplo a pasta /home/jose e a /home/pedro. O símbolo ~ é frequentemente usado para representar a pasta pessoal do usuário, assim o ~/carta.txt refere-se ao arquivo carta.txt da pasta pessoal do usuário.

Observe que o termo diretório é frequentemente usado no lugar de pasta.